Última hora

Última hora

Pistorius não sofre de problemas mentais, julgamento retomado

Em leitura:

Pistorius não sofre de problemas mentais, julgamento retomado

Tamanho do texto Aa Aa

Foi retomado o julgamento de Oscar Pistorius, depois da realização de exames psiquiátricos que confirmaram que o antigo atleta paralímpico, acusado de assassinar a namorada, se encontrava nas suas plenas faculdades mentais quando se deu o trágico incidente:

“O senhor Pistorius não sofria de qualquer problema ou doença mental no momento da prática da infração, que pudesse fazer com que, criminalmente não fosse responsável pelas ofensas infringidas”, leu, das conclusões do relatório, o procurador Gerrie Nel.

O julgamento esteve interrompido, durante seis semanas, a pedido da acusação depois da defesa ter dito, em tribunal, que o atleta tinha problemas de ansiedade generalizada que teriam influenciado os seus atos. Para o procurador a versão de Pistorius, referentes à madrugada em que ele atingiu mortalmente a tiro Reeva Steenkamp, é a “mais conveniente” dos factos.

Pistorius negou sempre ter intenção de matar a namorada, insistindo ter se tratado de um trágico acidente.