Última hora

Última hora

Em Hong Kong milhares saem à rua por mais democracia

Em leitura:

Em Hong Kong milhares saem à rua por mais democracia

Tamanho do texto Aa Aa

Em Hong Kong, milhares de pessoas reuniram-se, esta terça-feira, primeiro de julho, o dia em que se celebra o retorno da cidade ao domínio chinês. Mas, desta vez, não foi de uma celebração que se tratou mas de um protesto por mais democracia.

Segundo os organizadores, esta poderá ter sido a maior manifestação, nesta região administrativa especial da China, desde que voltou a ser território chinês, em 1997.

“O que estamos a fazer hoje é dizer ao governo que se ele não responder, positivamente, aos nossos pedidos, este é apenas o primeiro passo. O seguinte será a realização de muitas outras ações em muitos outros lugares”, explica um dos manifestantes.

A manifestação acontece três dias depois da realização de um referendo, não oficial, sobre a questão da democracia em Hong Kong. 800 mil eleitores votaram, os organizadores esperavam 300 mil. Para as autoridades chinesas este ato é ilegal e não tem validade.

A China autorizou, pela primeira vez, eleições locais em Hong Kong para 2017, mas Pequim tem a palavra final sobre os candidatos.