Última hora

Última hora

"Rapariga com brinco de pérola" regressa a casa

Em leitura:

"Rapariga com brinco de pérola" regressa a casa

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de ter estado exposta em vários museus internacionais, a famosa “Rapariga com brinco de pérola” está de regresso a Haia.

A pintura do século XVII de Johannes Vermeer é uma das grandes atrações do museu Mauritshuis que acaba de ser totalmente renovado.

“A ‘Rapariga com brinco de pérola’ é cada vez mais conhecida como a Mona Lisa do Norte e é o ícone do museu, não podemos negá-lo. Ela é famosa mundialmente e foi a nossa embaixadora nos vários museus do mundo. As pessoas vêm para ver a pintura e depois ficam para ver o resto”, disse Emilie Gordenker, diretora do museu de Haia.

A pintura de Vermeer é cobiçada por museus do mundo inteiro. Graças à “Rapariga com brinco de pérola, uma exposição em Tóquio, no Japão, atraiu dez mil visitantes por dia.

Além da obra-prima de Vermeer, o museu possui uma coleção de oitocentos quadros, incluindo numerosas obras do século 17, o chamado século de ouro da pintura holandesa.

Para a diretora do museu, as obras em exposição continuam a ser relevantes para o público do século XXI.

“Há um lado nas obras do século de ouro holandês muito acessível, não são obras enormes e representam histórias importantes mesmo nos nossos dias. É uma forma de olhar para a história e ao mesmo tempo podemos ver-nos a nós, o que nos rodeia e as coisas que acontecem nessas pinturas. É uma experiência fascinante” sublinha a diretora.

O museu Mauritshuis, uma antiga residência privada do século XVII, foi inteiramente renovado. O custo das obras ascende a 22 milhões de euros. Além dos locais de exposição, o museu inclui um espaço educativo, uma livraria e um auditório.

www.mauritshuis.nl/en/explore/the-collection