Última hora

Última hora

Ucrânia: Terminou cessar-fogo

Em leitura:

Ucrânia: Terminou cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou o cessar-fogo na Ucrânia. O presidente Petro Poroshenko declarou o fim da pausa unilateral nos combates entre as forças do governo e os rebeldes pró-russos no leste do país.

A declaração surgiu após a esperança de que a videoconferência de última hora entre os líderes da Alemanha, da França, da Rússia e da Ucrânia ia resultar num caminho consistente para a paz.

“Vamos atacar para libertar a nossa terra. A não-extensão do plano de cessar-fogo é a resposta aos terroristas, rebeldes e predadores, a todos aqueles que torturam civis, que paralisam a economia, que arruínam o pagamento de salários, pensões, bolsas, a aqueles que rebentam estações de comboio e destroem canalizações de água, e privam as pessoas de uma via normal, em paz”, declarou Poroshenko. Desde o início do cessar-fogo de 10 dias e de acordo com fontes oficiais, morreram 27 soldados ucranianos e 69 outros ficaram feridos.

A União Europeia instou a Rússia a usar a sua influência sobre os rebeldes para acabar com a violência e ameaçou com novas sanções.