Última hora

Última hora

França: ex-presidente Sarkozy acusado de corrupção

Em leitura:

França: ex-presidente Sarkozy acusado de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça francesa acusou o ex-presidente Nicolas Sarkozy de corrupção após cerca de 15 horas de interrogatório, em prisão preventiva.

O ex-chefe de estado foi igualmente acusado de tráfico de influência e de cumplicidade na violação do segredo profissional de um magistrado.

Trata-se da segunda vez que Sarkozy é acusado num processo ligado às suspeitas de financiamento ilegal do partido conservador francês UMP, depois de ter sido absolvido num dos dossiês do chamado caso Bettencourt – relativo ao possível abuso da alegada senilidade da herdeira do grupo L’Oreal para obter financimento para a campanha presidencial de 2007.

O processo visa outras duas pessoas, igualmente acusadas e em prisão preventiva, o ex-advogado de Sarkozy, Thierry Herzog, e o juíz Gilbert Azibert.

Os investigadores tentam apurar, desde fevereiro, se o antigo presidente teria recorrido ao juíz para recolher informação confidencial dos processos contra ele, em troca de favores políticos.

A acusação ameaça pôr fim às ambições do ex-presidente de recandidatar-se em 2017, quando incorre numa pena de até 10 anos de prisão só pelo crime de corrupção.