Última hora

Última hora

Jovem palestiniano terá sido morto por "vingança" do rapto de 3 adolescentes israelitas

Em leitura:

Jovem palestiniano terá sido morto por "vingança" do rapto de 3 adolescentes israelitas

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia israelita encontrou, esta quarta-feira, na floresta de Jerusalém o corpo de um jovem que acredita ser o do palestiniano sequestrado na véspera, dia em que foram a enterrar os três adolescentes israelitas raptados em junho nos territórios ocupados na Cisjordânia.

O rapto do palestiniano de 17 anos terá sido “presumivelmente, um ato de vingança” pela morte dos jovens israelitas, avançou a rádio militar.

Jerusalém acordou com confrontos em Shuafat, o bairro onde residia o adolescente palestiniano. Centenas de jovens bloquearam o metro de superfície e atiraram pedras às forças de segurança israelitas, que responderam com balas de borracha.

O Estado hebreu responsabiliza o Hamas pelo sequestro e pela morte dos três adolescentes israelitas. O primeiro-ministro já estabeleceu as prioridades: “Primeiro, encontrar os assassinos e todos os que participaram no sequestro. Quem esteve envolvido no rapto e nos assassinatos irá pagar as consequências. Não vamos descansar até os apanharmos todos”, garantiu Benjamin Netanyahu.

Eyal Yifrah (19 anos), Gilad Shaar (16) e Naftali Fraenkel (16), foram a enterrar na terça-feira, dia em que a Faixa de Gaza foi repetidas vezes bombardeada por Israel.

Os corpos dos três jovens foram encontrados próximo de Halhoul, no sul da Cisjordânia, não longe do local onde tinham sido vistos pela última vez, a pedir boleia, no dia 12 de junho.