Última hora

Em leitura:

Nuri al-Maliki promete amnistia a rebeldes sunitas


Iraque

Nuri al-Maliki promete amnistia a rebeldes sunitas

Uma promessa de amnistia lançada aos rebeledes sunitas é o último esforço do primeiro-ministro iraquiano para tentar resolver a crise que fragmenta o país.

Um dia após a primeira sessão do novo parlamento que terminou sem acordo sobre a distribuição de altos cargos no governo, Nuri al-Maliki procura desesperadamente uma solução e ameaça:

“Primeiro eles falavam de um Estado Islâmico no Iraque Levante agora falam sobre um califado na região. O Iraque e os vizinhos não estão a salvo destes projetos. Nós não vamos ficar submissos, sem dúvida, eles vão sofrer uma derrota pesada”.

Depois da debandada de muitos insurgentes nos primeiros dias de ofensiva em Tikrit, os militares tentam recuperar o controle da cidade.

O Estado Islâmico proclamado estende-se de Aleppo, no norte da Síria até à província de Diyala, no leste iraquiano e tem como líder Abu Bakr al-Baghdadi

As autoridades iraquianas receiam agora uma segunda frente na guerra abertas pelos sunitas. Que os curdos tentem anexar o território abandonado pelos militares.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Jornalista russo morto no leste da Ucrânia foi a enterrar