Última hora

Última hora

Família aguarda corpo do rapaz palestiniano assassinado

Em leitura:

Família aguarda corpo do rapaz palestiniano assassinado

Tamanho do texto Aa Aa

A fúria palestiniana contra Israel é desta vez espelhada no sofrimento de uma mãe que perdeu o filho.

Muhamad Abu Khdeir, de 16 anos, foi raptado e assassinado. Suha Abu Khdeir, a mãe, desfaz-se em lágrimas e lança um apelo. “Espero que nenhuma mãe tenha de passar por aquilo que estou a enfrentar. Quero que as pessoas e os líderes se ergam e coloquem o fim a este tipo de atos para que mais nenhuma mãe tenha de sofrer assim”, diz.

O pai, Hussein Saeed Abu Khdeir, tenta explicar o que sente num momento como este. “A situação é muito difícil para nós, o meu coração está a sangrar e os meus olhos choram, não durmo há dois dias”, afirma.

O tio diz que “normalmente quando recebemos o corpo do mártir existem preparativos como qualquer outro funeral. É o funeral de um mártir, o casamento de um mártir”.

Os familiares e amigos, bem como simpatizantes da causa palestiniana preparam a cerimónia fúnebre.

Todos aguardam que as autoridades israelitas entreguem o corpo do rapaz aos pais.