Última hora

Última hora

Neto de Jacques Cousteau bate recorde mundial

Em leitura:

Neto de Jacques Cousteau bate recorde mundial

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com descontração que Fabien Cousteau emergiu após passar 31 dias debaixo de água, um recorde mundial. Neto do mítico oceanógrafo Jacques Cousteau, acabou de protagonizar uma expedição subaquática em Key Largo, na Flórida, juntamente com um grupo de cientistas e uma equipa que realizou um documentário. O grande objetivo foi estudar o impacto das alterações climáticas e da poluição na vida submarina.

Fabien realçou que “o foco nunca esteve em bater o recorde. Mas sabíamos que um dia a mais debaixo de água é simbólico e chamaria a atenção das pessoas. E isso seria um motivo de orgulho para ele.”

Ele, Jacques Cousteau, passou 30 dias submerso nas águas do Mar Vermelho, em 1963. As condições de Fabien foram bastante diferentes: o laboratório Aquarius, mergulhado a 20 metros de profundidade, dispunha de ar condicionado, Internet, e permitiu organizar sessões pedagógicas com escolas e museus diretamente do fundo do mar.