Última hora

Última hora

Polícia italiana mostra interior submerso do Costa Concordia

Em leitura:

Polícia italiana mostra interior submerso do Costa Concordia

Tamanho do texto Aa Aa

Dois anos e meio após do naufrágio do Costa Concordia, num acidente em que morreram 32 pessoas, as autoridades italianas acabam de divulgar um vídeo de alta definição, filmado debaixo de água, que revela com grande pormenor o interior submerso do navio.

Para além de alguns pertences de passageiros e tripulantes espalhados pelos corredores e algumas câmaras da embarcação, vê-se, por exemplo, um balcão de atendimento onde resistem ecrãs de computador que parecem aguardar o regresso a qualquer momento dos funcionários do navio. São oito minutos de filme a que pode assistir na íntegra em baixo.

O Costa Concordia naufragou a 13 de janeiro de 2012, no Mar Mediterrâneo, após encalhar junto à ilha italiana de Giglio. A embarcação acabou por se virar, ficar deitado e com uma boa parte submersa. Seguiam a bordo 4229 pessoas, entre tripiulantes e passageiros – 32 não se salvaram.

O julgamento do caso arrancou em julho do ano passado no tribunal de Grosseto, no centro de Itália, e acaba de ser suspenso até 22 de setembro devido à habitual pausa estival da justiça. O capitão Francesco Schettino está no banco dos réus, acusado de múltiplo homicídio, abandono precoce da embarcação e falta de alerta imediato às autoridades logo após o encalhe do navio.

Em setembro do ano passado, foi concretizada a operação de levantamento do navio para a sua posição natural. A terminar, entretanto, estão já os preparativos de uma outra operação que visa rebocar o que resta do Costa Concordia para Génova, onde será transformado em sucata, como confirmou no início da semana o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi: “O navio será desmantelado em Itália na data prevista.”