Última hora

Última hora

Tensão em Ramallha

Em leitura:

Tensão em Ramallha

Tamanho do texto Aa Aa

Pontos de tensão subistem em Ramallah de onde alguns palestinianos não estão autorizados a sair para viajar a Jerusalém onde deveriam celebrar o Ramadão.

No posto de controle Qalandiya, que separa a Cisjordânia de Jerusalém, o exército israelita começou a remover algumas das barreiras para permitir que os peregrinos possam entrar na cidade. Um regesso lento à calma.

Ao mesmo tempo, alguns confrontos continuaram em algumas áreas da Cisjordânia, mas um pouco tímidos, não excedeu um pequeno número de participantes de adolescentes.

O enviado da Eurnonews comenta: “Confrontos esporádicos e limitados em algumas partes da Cisjordânia, está dominando a situação aqui, o que pode significa a calma ainda não é total.”

Contrariamente ao que se esperava sobre a possibilidade de um surto de violentos confrontos a situação parece calma mas o sangue ferve:

“ Pedimos a todos os palestinianos para se insurgirem temos uma vingança contra Israel, temos forte resistência como o Hamas e o Jihad Islâmico, eles mantêm o fogo sobre nós”

“É uma vergonha para todas as nações árabes. Há muitos postos de controle israelitas no caminho de Jerusalém, não há controlo apertado”.

Entre a população dos territórios ocupados o sentimento é de insegurança. A campanha militar lançada pelo governo de Talavive sobre os palestinianos mantém-se desde o rapto dos três jovens judeus econtrados depois assassinados.