Última hora

Última hora

The Corner: Costa Rica ficou a onze metros do sonho

Em leitura:

The Corner: Costa Rica ficou a onze metros do sonho

Tamanho do texto Aa Aa

Chegou ao fim o sonho da Costa Rica mas foram precisos 120 minutos de futebol e um desempate por grandes penalidades para a Holanda fazer a festa.

Keylor Navas fez mais uma exibição monstruosa e ainda viu três bolas embater nos ferros mas a sorte que protegeu Los Ticos durante o encontro, abandonou-os nos penáltis.

Louis van Gaal teve um contributo decisivo para a vitória dos holandeses ao fazer entrar Tim Krul apenas para o desempate por grandes penalidades. O guarda-redes do Newcastle correspondeu em pleno ao defender dois remates dos centro-americanos.

Na outra meia-final a Argentina venceu a Bélgica pela margem mínima e está entre as quatro melhores seleções do planeta pela primeira vez em 24 anos.

A albi-celeste jogou quanto baste. Gonzalo Higuaín, logo aos oito minutos de jogo, marcou o único golo da partida. Ángel di María saiu lesionado e tem a sua participação no que resta do mundial em risco.

Já a Bélgica esteve muito longe do seu melhor e raramente mostrou capacidade para incomodar a equipa sul-americana. O guarda-redes Thibaut Courtois sofreu a primeira derrota em 22 internacionalizações.

FIFA investiga entrada de Zuñiga

Neymar era a maior esperança do país inteiro, a grande referência da equipa brasileira. Agora é mais um nome na lista de lesionados. Chegou ao fim o Campeonato do Mundo para Neymar, obrigado a sair em maca no desafio frente à Colômbia.

Os alarmes soaram de imediato na comitiva brasileira e o diagnóstico confirmou os receios dos canarinhos. Uma fratura na terceira vértebra da lombar que não necessitará de intervenção cirúrgica, mas que impedirá Neymar de voltar a entrar em campo no Campeonato do Mundo.

O colombiano Camilo Zuñiga já veio lamentar o sucedido e sublinhar que nunca quis magoar o seu adversário. Pelo contrário, refere que se limitou a disputar a bola de uma forma perfeitamente normal.

A FIFA é que poderá não estar de acordo. O organismo que tutela o futebol mundial também reagiu à perda de uma das maiores estrelas da competição e anunciou que irá analisar o incidente com base no relatório do árbitro e das imagens da partida.

Sepp Blatter e companhia até podem fazer vista grossa a muita coisa mas gostam de pegar nos casos mais mediáticos e fazer deles exemplos. Luis Suárez que o diga.

Dinheiro sim, futebol não

De acordo com a comunicação social espanhola, o atacante uruguaio está a caminho do Barcelona.

Cinco anos de contrato para o uruguaio, 79 milhões e quinhentos mil euros para o Liverpool. São os números avançados na Catalunha, onde dão o negócio como feito.

Nem a fama de canibal, nem o facto de estar afastado de todas as atividades relacionadas com o futebol até final de outubro, pareceram assustar os catalães.

A FIFA até pode impedir Suárez de se treinar mas no que diz respeito a impedir os milhões de circularem no mundo do futebol, a história é outra.