Última hora

Última hora

Alemanha expulsa chefe dos serviços secretos norte-americanos em Berlim

Em leitura:

Alemanha expulsa chefe dos serviços secretos norte-americanos em Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

A Casa Branca diz que os Estados Unidos e a Alemanha devem continuar a cooperar, depois do governo germânico decretar a expulsão do chefe dos serviços secretos norte-americanos na embaixada em Berlim.

A decisão foi tomada depois de ser revelado o segundo caso de alegada espionagem norte-americana em território alemão em menos de uma semana.

A chanceler Angela Merkel disse esta quinta-feira que do seu “ponto de vista, espiar aliados é um desperdício de energia. Existem tantos problemas e devemos focar-nos no que é importante. Uma maior confiança pode conduzir a uma melhor segurança. Por isso devemos fazer tudo o possível para que aqueles que partilham valores comuns trabalhem juntos numa base de confiança”.

Um funcionário do Ministério da Defesa é suspeito de passar informações secretas aos Estados Unidos. Na sexta-feira, um agente dos serviços secretos alemães foi acusado de vender documentos à CIA, incluíndo textos da comissão parlamentar alemã que investiga a NSA norte-americana, que espiou nomeadamente o telemóvel de Merkel.