Última hora

Última hora

Bósnia assinala 19 anos do massacre de Srebrenica com novos funerais

Em leitura:

Bósnia assinala 19 anos do massacre de Srebrenica com novos funerais

Tamanho do texto Aa Aa

A Bósnia continua a enterrar corpos, 19 anos depois do massacre de Srebrenica. O aniversário é marcado, esta sexta-feira, pelos funerais de 175 vítimas, recuperadas de várias fossas comuns e identificadas por testes de ADN.

Oito mil homens e adolescentes muçulmanos foram assassinados em Julho de 1995 pelas forças sérvias da Bósnia comandadas por Ratko Mladic.

Fatima Efendic, que perdeu o filho, diz que está “contente” pelo facto do seu corpo ter sido finalmente identificado. Explica que o “procurou nos sonhos” e finalmente os seus “desejos e sonhos tornaram-se realidade”.

Transportados desde a capital, Sarajevo, os corpos vão ser sepultados no cemitério do memorial de Potocari, nos arredores de Srebrenica, que alberga já os restos de mais de seis mil vítimas.

A diretora-geral da Comissão Internacional para as Pessoas Desaparecidas, Kathryne Bomberger, explica que estimam “que existem ainda cerca de mil pessoas em paradeiro desconhecido. Mas também haverá milhares de pedaços adicionais de corpos, de restos que serão descobertos e que podem ser associados aos que já estão nas morgues. É uma questão muito complexa”.

Esta quinta-feira chegou já a Potocari a tradicional “Marcha da Paz”, na sua décima edição, que percorre a pé os 100 quilómetros desde a localidade de Nezuk, no norte do país, efetuados na direção inversa pelos que escaparam do massacre de Srebrenica.