Última hora

Última hora

Cooperativa Energética

Em leitura:

Cooperativa Energética

Tamanho do texto Aa Aa

A UE planeia que, até 2020, 20% da energia seja renovável. Na Bélgica existe uma nova geração de cooperativas, concentradas em acelerar este processo de transição energética. E também são organizações extremamente eficientes.

A Cooperativa belga EcoPower é uma das fundadoras da RES-coop, (REZKOOP) da Rede Europeia das Cooperativas de Energias Renováveis. A eletricidade é feita a partir de energia eólica, biogás e energia solar e vendida ao preço de custo. É responsável por um e meio por cento do mercado na região da Flandres.Criada em 1991, hoje emprega vinte e cinco pessoas.

Dirk Vansintjan, Presidente da REScoop.eu: “A EcoPower começou pequena, à volta de uma mesa de cozinha, com poucas pessoas. Mas, agora, representamos 50 mil membros. Temos um património de 50 milhões de euros e um volume de negócios de mais de 25 milhões de euros (por ano). Uma turbina eólica custa 3 milhões de euros… Percebe-se facilmente que este custo é um problema para um grupo pequeno. É por isso que as cooperativas de energia maiores ajudam as que estão a começar, oferecendo-lhes uma garantia bancária ou empréstimos.”

A Rede Europeia das Cooperativas de Energias Renováveis tem agora três mil membros a trabalhar em conjunto principalmente na busca de financiamento.

As cooperativas que produzem e fornecem energias renováveis concentram-se na entre-ajuda, na solidariedade e em garantir que os contratos são adjudicados de forma justa. Os lucros são reinvestidos ou redistribuídos na forma de dividendos, descontos ou abatimentos.

O especialista em economia social Benjamin Huybrechts diz que desempenham um papel importante: “Por exemplo, se um agricultor oferecer os seus campos para uma empresa de turbinas eólicas, o agricultor vizinho pode não fazer o mesmo, porque não é possível ter turbinas muito próximas. Desta forma, só o primeiro agricultor recebe dinheiro. Num sistema cooperativo, pode ser tomada uma decisão em conjunto e os lucros reinvestidos na comunidade para que todos os habitantes saiam benificiados.”

A Rede Europeia das Cooperativas de Energias Renováveis também está a trabalhar para criar novas cooperativas e apoiar o seu crescimento.

“Através de um sistema de mentores, da partilha das melhores práticas, orientação e apoio a novas iniciativas, podemos ver que a indústria se está a tornar mais profissional, graças a esta federação”, diz Benjamin Huybrechts.

Segundo Dirk Vansintjan: “a chave do sucesso para as cooperativas de energias renováveis ​​reside na sua capacidade de reunir um grupo de cidadãos competentes que conseguem gerir os aspectos técnicos, financeiros e sociais da cooperativa.”