Última hora

Última hora

Kerry em Kabul para mediar na crise

Em leitura:

Kerry em Kabul para mediar na crise

Tamanho do texto Aa Aa

O secretário de estado norte-americano John Kerry está na capital do Afeganistão, para mediar a crise política aberta após a segunda volta das eleições presidenciais.

Os resultados provisórios dão a vitória ao antigo ministro das Finanças, Ashraf Ghani, contrariando todas as previsões apontavam para o favoritismo do antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Abdullah Abdullah, que denuncia uma fraude eleitoral.

John Kerry agendou encontros com vários dirigentes afegãos e com os dois candidatos presidenciais.

O secretário de estado norte-americano frisou a importância de um reconhecimento pelo povo afegão da legitimidade do processo eleitoral:

“É importante que o presidente seja reconhecido pelo povo como tendo sido escolhido através de um escrutínio legítimo. Os resultados que foram anunciados na segunda-feira são preliminares, não são oficiais nem definitivos. Ninguém pode, nesta fase, reclamar uma vitória.”

O conflito entre os dois candidatos faz recear que as tensões comunitárias possam levar à violência, quando faltam poucos meses para a retirada das forças lideradas pela NATO.

Abdullah Abdullah proclamou-se vencedor da eleição depois da publicação dos primeiros resultados, que colocavam Ashraf Ghani à frente no escrutínio, com 56,4%.