Última hora

Última hora

Suspeito dos homicídios no Museu Judaico em Bruxelas não vai recorrer da extradição de França

Em leitura:

Suspeito dos homicídios no Museu Judaico em Bruxelas não vai recorrer da extradição de França

Tamanho do texto Aa Aa

O suspeito do homicídio de quatro pessoas no Museu Judaico de Bruxelas, em maio, na véspera das eleições europeias, não vai apresentar recurso contra o processo de extradição de França para a Bélgica. O advogado de Mehdi Nemmouche ficou satisfeito com as garantias de que o suspeito “não poderá ser extraditado da Bélgica para um país terceiro sem o acordo das autoridades francesas”.