Última hora

Última hora

Ucrânia: Segurança em Slaviansk

Em leitura:

Ucrânia: Segurança em Slaviansk

Tamanho do texto Aa Aa

Os separatistas pró-Rússia abandonaram Slaviansk há cerca de uma semana.

Apesar de os trabalhos para restabelecer o fornecimento de eletricidade estarem a decorrer, apenas algumas das artérias da cidade ficam iluminadas à noite.

Patrulhas do Ministério do Interior zelam pela segurança nas ruas de Slaviansk.

Angelina Kariakina, da Euronews, acompanhou uma dessas patrulhas.

“Nunca estive no exército ou na polícia, mas houve uma altura em que tive de fazer uma escolha. Não sei, mas talvez fosse o espírito patriótico, mas alguém tinha de fazer este trabalho”, disse Yuriy Cheban.

O batalhão especial da polícia “Kiev-1” foi formado a partir de voluntários que estiveram em Maidan aquando dos protestos contra o anterior regime.

“Não nos fazem muitas perguntas acerca de Maidan. Não falamos sobre isso nem mesmo com a Berkut – a antiga polícia de choque. Vivemos com eles no mesmo dormitório e até trabalhámos juntos nas ruas de Nikolaevka”, continuou Yuriy.

Atualmente polícia com experiência militar, Yuriy trabalhava na agricultura e na construção. Para ele, falar de Maidan e de política é secundário. O mais importante é a segurança no leste da Ucrânia.

“Os ladrões roubam cabos e tudo o que podem. O nosso carro de trabalho foi roubado. Não há luz nem segurança. É perigoso mesmo com um guarda ou vigia porque podem matá-lo”, afirmou uma habitante de Slaviansk.

Os ladrões conseguiram fugir. Yuriy e o grupo prometeram regressar dentro de algumas horas e continuaram a patrulha em busca de armas e de minas.