Última hora

Última hora

Alegria na Alemanha, lágrimas e violência em Buenos Aires

Em leitura:

Alegria na Alemanha, lágrimas e violência em Buenos Aires

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha levantou pela quarta vez o troféu máximo do futebol. No Mundial do Brasil a alegria alemã não cabia nas palavras dos adeptos alemães no Rio de Janeiro depois de terem derrotado a Argentina por 1-0.

“Estamos tão satisfeitos por termos ganho isto no Rio, no Maracanã, foi tangencial mas foi demais. Foi demais, três vivas à Alemanha!”, diz um adepto.

“É brilhante estar no campeonato do mundo, no estádio dos estádios, só temos esta experiência de 24 em 24 anos. Hoje, este momento é sensacional, é uma loucura, os brasileiros estão a celebrar connosco e isso é o melhor”, afirma outro.

Na Alemanha, o estádio olímpico de Munique acolheu um mar de gente que decidiu assistir ao desafio em ecrãs gigantes. “A equipa nacional alemã virou o mundo do futebol ao contrário. Pela primeira vez uma seleção europeia conquistou o título mundial na América do Sul. Naturalmente, os adeptos a assistirem ao evento, aqui em Munique, estão a celebrar efusivamente a vitória”, declara a reporter da euronews, Katharina Weser.

O oposto verificou-se no outro lado do mundo. Em Buenos Aires houve muitas lágrimas e violência. Adeptos inconsolados provocaram distúrbios que obrigaram à intervenção da polícia de choque.

Quinze agentes políciais ficaram feridos, pelo menos 30 pessoas foram detidas.