Última hora

Última hora

Dezassete mil refugiados tentam sobreviver em Gaza

Em leitura:

Dezassete mil refugiados tentam sobreviver em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A agência humanitária da ONU apelou a Israel para pôr fim aos ataques sobre zonas civis em Gaza, num momento em que pelo menos 47 edifícios da organização foram danificados pelos raides aéreos.

As instalações da ONU no território acolhem, nos últimos dias, mais de 17 mil pessoas forçadas a abandonar as suas casas.

Uma refugiada afirma, “nós queremos pôr fim a este cerco, já não sabemos o que fazer, é a terceira vez em cinco anos que temos que procurar refúgio nesta escola”.

Outro refugiado mostra-se indignado, “nós estamos aqui há dois dias, temos que viver numa escola com os nossos filhos, não temos outro sítio para onde ir, não temos nada para comer nem beber e temos que dormir no chão”.

Desde o início dos combates que centenas de palestinianos de dupla nacionalidade e quase um milhar de estrangeiros já abandonaram o território.

Israel multiplica, nos últimos dias, o lançamento de panfletos em vários bairros residenciais para prevenir os habitantes dos ataques iminentes, acusando o Hamas de utilizar civis como escudos humanos.