Última hora

Última hora

Legislativas: eslovenos dão voto de confiança a partido recém-formado

Em leitura:

Legislativas: eslovenos dão voto de confiança a partido recém-formado

Tamanho do texto Aa Aa

O partido centrista esloveno SMC surpreendeu tudo e todos ao vencer as legislativas antecipadas com cerca de 35 por cento dos votos.

A formação é liderada por Miro Cerar, um professor de Direito de 50 anos que começou política há seis semanas.

Aos eleitores prometeu resolver os problemas do país, mas não à custa da austeridade.

“Com as recomendações da União Europeia, a Eslovénia vai procurar a melhor forma para alcançar os objetivos, ou seja, acabar com a crise económica, financeira e social” afirma Cerar.

De acordo com os resultados parciais, no total, sete partidos vão estar representados no Parlamento. Cerar que conta com 36 dos 90 assentos já deu início às negociações para formar governo.

“Vamos ver se o partido centrista vai agir de forma diferente em relação ao anterior governo. O problema com a economia é sempre o mesmo: tudo depende do que os políticos forem capazes de fazer” refere um esloveno.

Outro acrescenta: “creio que é uma pequeno passo em frente mas, para além disso, não espero grandes mudanças. Penso que as políticas vão continuar a ser as mesmas.”

O principal partido da oposição, o SDS, Partido Democrata Esloveno diz que o escrutínio é ilegítimo. Em causa a detenção do antigo primeiro-ministro, num caso de corrupção antes do início da campanha eleitoral. Condenado a dois anos de prisão, Janez Jansa, já recorreu da sentença.