Última hora

Última hora

FED: Otimismo moderado de Janet Yellen

Em leitura:

FED: Otimismo moderado de Janet Yellen

Tamanho do texto Aa Aa

A Reserva Federal norte-americana (FED) defende a manutenção dos estímulos à economia, por considerar que a retoma não está concluída. Foi o que defendeu Janet Yellen face à uma comissão do Senado norte-americano.

Mas, a presidente da FED abriu a porta a uma eventual subida das taxas de juro antes do esperado, isto é, antes de meados do próximo ano.

Por agora, Janet Yellen afirma: “Apesar da economia continuar a melhorar, a retoma ainda não é completa. Ainda há muitos americanos desempregados, a inflação mantém-se abaixo do objetivo de longo prazo e as reformas financeiras necessárias estão por terminar. A Reserva Federal mantém-se comprometida em usar todos os seus meios e instrumentos para atingir os objetivos macroeconómicos”.

Para lá da inflação, a melhoria no mercado laboral é uma condição para subir as taxas de juro. Yellen reconhece haver uma estagnação dos salários e do número de pessoas ativas, embora a taxa de desemprego tenha recuado para mínimos de seis anos. Em junho baixou para 6,1%.

Já o consumo está subir, embora de forma ligeira, o que deixa antever um crescimento económico no segundo trimestre, após a forte contração dos primeiros três meses do ano.