Última hora

Última hora

Israel: Nirim em alerta vermelho

Em leitura:

Israel: Nirim em alerta vermelho

Tamanho do texto Aa Aa

Kibutz de Nirim, no sul de Israel, a apenas a 2 quilómetros de distância de Gaza. Os moradores desta aldeia conhecem, na primeira pessoa, o inferno pelo qual os palestinianos estão a passar.

Adele é uma das poucas pessoas que não deixaram o kibutz, onde caem os projéteis disparados de Gaza. A maioria partiu à procura de abrigo a norte.

Cerca de 15 projéteis e morteiros caíram aqui, em apenas alguns dias. A cúpula de ferro não cobre as aldeias que estão muito perto de Gaza:

“Aquilo que vê atrás de mim é um buraco onde caiu um dos projéteis. Foi num dia em que quatro projéteis caíram aqui…. Qualquer família que tenha crianças abandonou este kibutz, havia um autocarro e quem quis ir entrou nele e foi para outro kibutz, no centro do país, que os acolheu”, adianta Adele Raemer.

Silvina, uma argentina, que vive há 30 anos em Israel, sabe o que é preciso fazer quando há um alerta vermelho.

“Nas aldeias israelitas próximo de Gaza, o tempo está suspenso ao ritmo dos alertas vermelhos que continuam a soar. Todos aqui sabem que sem um acordo sustentável as esperanças de um cessar-fogo não passam disso mesmo”, explica Valerie Gauriat, enviada especial da euronews a Nirim.