Última hora

Última hora

Não há consenso no seio da União Europeia

Em leitura:

Não há consenso no seio da União Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes da União Europeia não chegaram a acordo sobre quem vai ocupar os cargos de chefe da diplomacia da UE e de presidente do Conselho Europeu.

O consenso não está fácil de alcançar. O primeiro-ministro italiano, defendeu a candidatura da sua ministra dos Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, mas diversos países, do leste europeu, vetaram.
A decisão fica assim adiada:

“É necessário um acordo sobre o pacote global: o alto representante, a presidência do conselho e outros elementos. Por isso é necessário um acordo global. Se não houver, não há acordo nenhum. Estou certo que a 30 de agosto tomaremos uma decisão”, afirmou Herman Van Rompuy.

A Primeira-ministra dinamarquesa, Helle Thorning-Schmidt, é a candidata melhor posicionada para assumir o cargo de presidente do Conselho Europeu, mas França mostra reservas porque o país não pertence à Zona Euro.

“O único acordo que foi confirmado é que o chefe da diplomacia europeia deverá ser um candidato do centro-esquerda. Os 28 têm seis semanas para refletir e não têm o direito de errar”, adianta a correspondente da euronews em Bruxelas, Audrey Tilve.