Última hora

Última hora

As sanções à Rússia e o corte de efetivos na Microsoft

Em leitura:

As sanções à Rússia e o corte de efetivos na Microsoft

Tamanho do texto Aa Aa

Washington anunciou as sanções mais abrangentes até agora aplicadas à Rússia devido ao conflito na Ucrânia. Estas visam instituições chave nos setores energético e de defesa, mas também bancos.

Moscovo diz que podem prejudicar os Estados Unidos tanto quanto a economia russa.

Poucos dias antes da introdução das sanções, os responsáveis russos eram já penalizados. O Reino Unido bloqueou-lhes o acesso ao Salão Aeronáutico de Farnborough.

No capítulo das notícias empresariais, a Microsoft anunciou o maior corte de efetivos de sempre. Para se concentrar nos telemóveis e serviços online, a empresa vai eliminar 18 mil postos de trabalho, nos próximos 12 meses.