Última hora

Última hora

Berlusconi absovido no caso "Rubygate"

Em leitura:

Berlusconi absovido no caso "Rubygate"

Tamanho do texto Aa Aa

Sílvio Berlusconi volta a escapar à justiça italiana depois de ter sido absolvido, em segunda instância, das acusações de prostituição de menores e abuso de poder no chamado caso “Rubygate”.

Uma decisão que anula a condenação, em primeira instância, a sete anos de prisão e interdição de atividade política, pronunciada em junho de 2013.

Os juízes do Tribunal de Milão reconheceram os argumentos da defesa de que Berlusconi desconhecia a idade da jovem Ruby, assim como a alegada falta de provas de que teria intercedido junto da polícia para libertar a jovem modelo após uma rusga.

A justiça poderá ainda apresentar um novo recurso da decisão que envolve o caso mais mediático contra “Il Cavaliere”, relacionado com as famosas festas “bunga, bunga” na residência de Berlusconi, com a participação da então menor, Ruby.

Visado por mais de treze processos em tribunal desde a sua primeira eleição em 1994, o ex-primeiro-ministro foi até agora apenas condenado por fraude fiscal, com a pena de quatro anos de prisão a ser convertida em trabalho comunitário num lar de terceira idade, uma vez por semana, todas as sextas-feiras.