Última hora

Última hora

Moscovo e Kiev trocam acusações sobre queda de voo MH17

Em leitura:

Moscovo e Kiev trocam acusações sobre queda de voo MH17

Tamanho do texto Aa Aa

“Hoje o mundo viu a verdadeira face do agressor”, foi assim que o presidente ucraniano reagiu à queda do avião da Malaysia Airlines, lançando acusações contra os rebeldes separatistas do leste do país. “Abater um avião civil é um ato de terrorismo internacional contra a comunidade internacinonal. É uma chamada de atenção para o mundo inteiro e esperamos uma resposta adequeada da comunidade internacional”, afirmou Petro Poroshenko.

Do outro lado do conflito, a Rússia, não hesita em apontar responsabilidades à Ucrânia, pela voz do presidente Vladimir Putin. “Quero lembrar que esta tragédia nunca teria acontecido se esta região estivesse em paz. De qualquer forma, nunca teria acontecido se as atividades militares não tivessem sido retomadas no sudoeste da Ucrânia”.

O incidente aéreo ocorre num momento em que pelo menos dois aviões ucranianos de mercadorias foram abatidos nas últimas semanas na região. Kiev publicou ontem uma gravação na qual um alegado grupo de separatistas ucranianos reconheceria ter abatido o avião civil por engano.