Última hora

Em leitura:

Ucranianos homenageiam vítimas do Boeing-777


Ucrânia

Ucranianos homenageiam vítimas do Boeing-777

Centenas de ucranianos reuniram-se junto da embaixada da Holanda em Kiev para homenagear os passageiros e tripulantes do Boeing-777 que tinha partido de Amesterdão com destino a Kuala Lumpur e se despenhou na Ucrânia.

A maioria culpa a Rússia pela tragédia.

“Não posso acreditar! Não posso acreditar no cinismo de quem destrói a vida de pessoas. Não só de quem morre, mas também das famílias. É terrível”, disse uma das presentes.

“Há pessoas a morrer. Estamos à espera de ações para ontem e não para amanhã.
Quantos soldados ucranianos morreram? Quantas pessoas morreram em Maidan? Agora são estrangeiros que morrem”, disse outro.

Muitas das pessoas com quem a repórter da Euronews falou disseram esperar que a Europa e o resto do mundo reajam à tragédia.

Para já está em curso um inquérito aberto pelas autoridades ucranianas.

“Os ucranianos estão preocupados com a possibilidade de haver uma investigação transparente do acidente, bem como a execução de buscas, porque o território onde o avião se despenhou ainda está sob controlo dos rebeldes”, sublinhou Maria Korenyuk, da Euronews, em Kiev.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

O mundo volta a falar da Malaysia Airlines pelas razões erradas