Última hora

Última hora

Voo MH17: Rebeldes admitem ter encontrado as caixas negras

Em leitura:

Voo MH17: Rebeldes admitem ter encontrado as caixas negras

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de terem sido publicados na internet vídeos contendo conversas telefónicas, comprometedoras, sobre o paradeiro das caixas negras, do Boeing 777, da Malaysia Airlines, que foi abatido na Ucrânia, os rebeldes pró-russos admitem que é possível terem recuperado estes aparelhos:

“Aquilo que posso dizer é que encontrámos equipamento técnico do aparelho que, supomos, possam ser as chamadas caixas negras.

Estes objetos foram entregues à cidade de Donetsk e estão à minha guarda”, afirmou Aleksander Borodai, primeiro-ministro da autoproclamada República Popular de Donetsk.

As conversas telefónicas, que comprometem os rebeldes, foram publicadas no sítio da internet do serviço de segurança ucraniano:

O. Khodakovskyl: “Tenho um pedido que não é meu, é dos nossos amigos que estão no topo, eles estão muito interessados em saber onde estão as caixas negras. Falo de pessoas de Moscovo”.

Oleksky: “Falas de umas coisas laranja que parecem uns pequenos barris?”

O. Khodakovskyl: “Eu não sei. Devias saber melhor que eu…”

Oleksky: “Ok. Encontrámos uma coisa. Parece uma caixa tem escrito: satellite navigation block”.

O. Khodakovskyl: “Esconde isso em qualquer lado. Como é que sabemos o que é?”

Oleksky: “Ok, eu trato disso.”

Os insurgentes dizem ainda que entregarão as caixas negras à Organização da Aviação Civil Internacional.