Última hora

Última hora

Rebeldes pró Rússia atrasam repatriação de corpos

Em leitura:

Rebeldes pró Rússia atrasam repatriação de corpos

Tamanho do texto Aa Aa

Três dias depois do atentado contra o Boeing da Malaysia Airlines pelo menos 196 corpos dos passageiros foram levados pelo separatistas para a estação da cidade de Torez.

Os cadáveres foram transportados para um local, a 15 km do lugar da queda do aparelho e colocados em vagões refrigerados que terão como destino a Rússia.

“Estamos à espera de todos os corpos para enviá-los para casa. Assim que todos forem recolhidos o comboio vai sair.”

O governo ucraniano tem acusado os separatistas próRússia de alterar a área para impedir a confimação da suspeita de terem abatido o aparelho.

Mark Rutte, primeiro-ministro holandês comenta: “Frans Timmermans (Ministro dos Negócios Estrangeiros) foi para Nova York para consultas com as Nações Unidas e os membros do Conselho de Segurança para estender a coligção internacional, cujo objetivo é o de garantir uma repatriação rápida e ter certeza de que todos os fatos são descobertos sobre os eventos horríveis de MH17. Tudo isso deve ser feito em dois dias. Mas estamos trabalhar para garantir uma repatriação rápida. “

Membros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) estiveram na região para analisarem os destroços.