Última hora

Última hora

Ucrânia pede à UE que classifique rebeldes como terroristas

Em leitura:

Ucrânia pede à UE que classifique rebeldes como terroristas

Tamanho do texto Aa Aa

A tragédia com o avião da Malásia Airlines no Leste da Ucrânia deve abrir um novo capítulo na relação da União Europeia (UE) com a Rússia. A mensagem do chefe da diplomacia ucraniana foi expressa aos homólogos europeus, numa reunião, em Bruxelas, após a qual Pavlo Klimkin falou com a euronews.

“Temos um novo ambiente político, as percepções mudaram porque foi atravessada uma linha vermelha. Agora, a UE fala a uma só voz, tem uma mensagem comum quando fala de pressão política coerente e de sanções”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros.

Klimkin considera que as instituições europeias devem classificar como organizações terroristas os grupos de rebeldes pró-russos que atuam nas regiões de Donetsk e Lugansk, e fez um pedido expresso aos governantes e aos eurodeputados.

“O que está a acontecer, e os atos que foram cometidos, devem ser claramente classificados como atos terroristas, porque estão para além da divergência política e violam os princípios morais”, disse o governante.

A UE deverá apresentar, esta quinta-feira, a lista de novos visados por sanções e estuda medidas de maior impacto contra os interesses económicos da Rússia.