Última hora

Última hora

Polónia condenada por ajudar CIA a violar direitos humanos

Em leitura:

Polónia condenada por ajudar CIA a violar direitos humanos

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) condenou a Polónia por violação da respetiva Convenção Europeia ao ter participado no programa de prisões secretas da CIA. Varsóvia terá autorizado, entre 2002 e 2003, os serviços secretos americanos a deter e torturar numa dessas alegadas prisões situada em território polaco dois árabes sob suspeita de estes trabalharem para a organização terrorista islâmica Al Qaida.


O tribunal de Estrasburgo foi envolvido no caso pelos advogados de Abu Zubaydah, um palestiniano de 43 anos, de Abd al-Rahim, um saudita de 49. Os defensores dos dois árabes alegaram que as autoridades polacas autorizaram “com total conhecimento e de forma deliberada” a CIA a deter ambos os homens de forma secreta e durante vários meses na citada prisão e neste período de detenção os dois terão sido torturados pelos americanos.

As autoridades polacas, por seu turno, negaram a existência dessas prisões secretas no respetivo território, enquanto os Estados Unidos admitiram ter mantido os suspeitos em prisões no estrangeiro, mas sem precisar em que países.

O TEDH sentenciou a Polónia a pagar 100 mil euros a Abd al-Rahim e 130 mil euros a Abu Zubaydah.

[Consulte aqui em PDF a decisão do TEDH]