Última hora

Última hora

IFO: Empresários alemães mais pessimistas

Em leitura:

IFO: Empresários alemães mais pessimistas

Tamanho do texto Aa Aa

As tensões geopolíticas pesam sobre a economia alemã: as palavras são de Hans-Werner Sinn, presidente do Instituto alemão de Investigação Económica (IFO), ao anunciar um forte recuo do índice de confiança dos empresários do país.

Em julho o índice caiu dos 109,7 pontos para 108. É terceira queda mensal consecutiva e superou todas as previsões.

Os empresários mostram-se pessimistas com a atual situação, mas também com as perspetivas num prazo de seis meses.

Os números fazem temer uma desaceleração da maior economia da zona euro, o que pode afetar a retoma de toda a região.

As exportações alemãs para a Rússia caíram 14% no primeiro semestre. Além disso 6 mil empresas alemãs operam na Ucrânia. Mas a Alemanha conta com o forte consumo interno para suavizar os efeitos da crise russo-ucraniana.