Última hora

Última hora

MH17: Mais 74 corpos enviados para a Holanda

Em leitura:

MH17: Mais 74 corpos enviados para a Holanda

Tamanho do texto Aa Aa

Mais 74 urnas com os restos mortais de vítimas do voo MH17 deixaram esta manhã o aeroporto de Kharkiv, na Ucrânia, com destino a Eindoven, na Holanda.

Na cidade ucraniana está esta sexta-feira a minista australiana dos Negócios Estrangeiros. Julie Bishop anunciou o envio pelo seu país de mais 100 polícias, que se juntarão à força de segurança internacional liderada pela Holanda, para vigiar a zona do acidente:

“Será uma força policial integrada numa missão humanitária. Haverá peritos na identificação dos corpos, técnicos de medicina legal. E, claro, nós vamos garantir-lhes segurança e proteção”, explicou.

Este novo grupo de polícias vai juntar-se aos 90 agentes australianos que aguardam já em Londres a autorização para partirem para a Ucrânia.

A situação no terreno é caótica. Foi decretado um frágil cessar-fogo na zona da queda do aparelho e, segundo testemunhos de jornalistas, os destroços têm estado acessíveis a muita gente da região – rebeldes e simples residentes.

Em Kuala Lampur, a cidade a que se destinava o voo MH17, após as orações de sexta-feira, milhares de muçulmanos rezaram pelo regresso rápido dos restos mortais das vítimas.

A Malásia perdeu nesta catástrofe 43 cidadãos.