Última hora

Última hora

Cessar-fogo humanitário de 12 horas entra em vigor em Gaza

Em leitura:

Cessar-fogo humanitário de 12 horas entra em vigor em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Estas explosões aconteceram antes da trégua humanitária, de 12 horas, decretada este sábado.

Israel e Hamas concordaram com o pedido da ONU, mas Israel garante que vai continuar à procura dos túneis usados ​​pelo movimento palestiniano para chegar ao seu território.

No 19º dia de conflito o Secretário de Estado dos Estados Unidos, de visita à região, liderou os esforços internacionais. Para John Kerry, que esteve reunido com a Liga Árabe e com o Secretário-geral da ONU, no Egito, é preciso ir mais longe:

“Neste momento estamos a trabalhar para conseguir sete dias de paz. Sete dias de um cessar-fogo humanitário em nome do Eid. Para se conseguir reunir as pessoas e tentar trabalhar para um cessar-fogo mais durável e sustentável a longo prazo”.

As autoridades israelitas confirmaram a morte de mais dois soldados em Gaza, elevando para 37 o número de vítimas entre os efetivos do exército, e anunciaram que o soldado desaparecido numa emboscada, há seis dias, está morto, apesar do seu corpo não ter sido encontrado.

Há ainda a lamentar a morte de três civis, em Israel, atingidos por roquetes lançados a partir de Gaza.