Última hora

Última hora

Europa: Manifestações condenam ofensiva israelita em Gaza

Em leitura:

Europa: Manifestações condenam ofensiva israelita em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Sábado foi um dia de manifestações, pela Europa, contra o conflito na Faixa de Gaza. A maior parte das manifestações contra a ofensiva militar de Israel no território.

Em Londres, os manifestantes protestaram contra o que consideram ser um “genocídio” perpetrado pelos israelitas contra os palestinianos.

Também na Alemanha o tom era o mesmo. As manifestações realizaram-se em várias cidades do país, pela paz na Faixa de Gaza, exigindo que Israel colocasse fim à ofensiva militar.

“Estamos a manifestar-nos pela paz em Gaza. Os bombardeamentos são desumanos e causaram uma catástrofe humanitária. Gostaríamos de salientar que essas pessoas estão a sofrer”, afirma este manifestante alemão.

Em Viena de Áustria, centenas de pessoas manifestaram solidariedade com Israel, marchando contra o “Dia de Al-Quds”. O dia foi instituído em 1979, pelo aiatola Khomeini, do Irão e defende a libertação de Jerusalém do sionismo.

Na capital francesa, milhares de pessoas protestaram contra a ofensiva israelita, na simbólica Praça da República. A manifestação deu lugar a confrontos com as forças da autoridade. A polícia usou gás lacrimogéneo para dispersar a multidão.

Dezenas de pessoas foram detidas.