Última hora

Última hora

Ébola: 660 mortos e mais de mil infetados na África Ocidental

Em leitura:

Ébola: 660 mortos e mais de mil infetados na África Ocidental

Tamanho do texto Aa Aa

Um surto do vírus do Ébola provocou a morte a 660 pessoas na Guiné Conacri, Serra Leoa e Libéria.

Mais de mil e cem pessoas estão infetadas, incluíndo um médico norte-americano que faz parte das equipas de assistência às vítimas do vírus.

O surto da febre hemorrágica, que caracteriza a doença, está, também a atingir a Nigéria que registou, na semana passada, a primeira morte causada pelo Ébola.

O enviado especial da euronews, Francois Chignac, questionou o presidente da Guiné Conacri, Alpha Conde, se está otimista em relação ao evoluir da situação: “Estou otimista mas ainda há preocupação, porque se a situação melhorou na Guiné, piorou na Serra Leoa. Não podemos parar. Sabe, o bico do papagaio, que é a junção das fronteiras da Guiné Conacri, Serra Leoa e Libéria… Foi aí que o Ébola surgiu. Então ainda não terminou e, por isso, há sempre um risco de contaminação a partir daí.
É por isso que não podemos dizer que estamos otimistas enquanto o vírus não for erradicado nos três países, pois há sempre a possibilidade de alguém passar da Serra Leoa para a Guiné Conacri ou Libéria. Creio que a situação está a evoluir favoravelmente.”

O vírus do Ébola é altamente contagioso. Transmite-se aos humanos através de fluídos, sangue e transpiração, o que faz com que basta uma pessa tocar em outra infetada, para haver transmissão.