Última hora

Última hora

Israel: Netanyahu culpa Hamas por morte de civis

Em leitura:

Israel: Netanyahu culpa Hamas por morte de civis

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro de Israel acusou o Hamas de continuar a violar o cessar-fogo que o próprio movimento tinha proposto e afirmou que as operações militares vão continuar.

Benjamin Netanyahu disse, ainda, que o Exército vai continuar as operações para desmantelar os túneis do Hamas que ligam Gaza ao território israelita.

O primeiro-ministro justifica a elevada mortandade de civis palestinianos apontando o dedo ao Hamas.

“O secretário-geral das Nações Unidas admitiu, antes deste incidente, que duas escolas da ONU, em Gaza, foram usadas para guardar projéteis… Mas é importante perceber que há civis que morreram, não porque Israel os tomou como alvo mas porque o Hamas está a usar civis como escudos humanos. Nós usamos mísseis para proteger o nosso povo, eles usam o povo deles para proteger os mísseis”, assegura o primeiro-ministro israelita.

Israel foi atingido, este domingo, por “rockets” disparados da Faixa de Gaza.

Um disparo de morteiro matou o quadragésimo terceiro soldado de Israel, desde o início da ofensiva militar.

Às vítimas mortais, do lado israelita, somam-se ainda três civis.