Última hora

Última hora

Costa Concórdia começa a ser desmantelado

Em leitura:

Costa Concórdia começa a ser desmantelado

Tamanho do texto Aa Aa

O navio Costa Concórdia começou a ser desmantelado, esta segunda-feira, no porto de Génova, em Itália.

Estima-se que a operação tenha a duração de cerca de dois anos e a reciclagem de cerca de 80% do navio vai tem um custo na ordem dos 100 milhões de euros.

O desmantelamento do Costa Concórdia vai realizar-se em duas áreas dentro do porto genovês: o estaleiro de Prà-Voltri e o de Sampierdarena.

O transatlântico tem 290 metros de comprimento, 115 000 toneladas de peso e 14 conveses.

A operação de desmantelamento vai envolver meia centena de empresas e vai criar mais de mil novos postos de trabalho.

A desmontagem total do paquete estará concluída em 22 meses.

O resgate do navio custou à construtora Carnival Corporation cerca de 1500 milhões de euros, que considerou que esta foi a operação, do género, mais dispendiosa e complexa de sempre.

O Costa Concórdia naufragou a 13 de janeiro de 2012, de depois de ter embatido numa formação rochosa submersa muito perto da ilha de Giglio. 32 dos mais de 4 mil passageiros morreram, dezenas ficaram feridos e um continua desaparecido.

O comandante do paquete, Francesco Schettino, é o único membro da tripulação a ser julgado por homicídio por imprudência, naufrágio e abandono do navio.