Última hora

Última hora

Manifestantes marcham em Bruxelas

Em leitura:

Manifestantes marcham em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Manifestantes pró-Palestina e pró-Israel marcharam este domingo pelas ruas da capital belga.

Milhares de pessoas gritaram palavras de protesto contra Israel. A marcha atraiu o apoio de sindicatos e de muitas pessoas oriundas de todo o país.

A polícia interveio quando alguns jovens tentaram incendiar uma bandeira israelita.

As autoridades estimam que cerca de cinco milhares de pessoas teriam participado nesta manifestação

Uma mãe palestiniana, Houda Remlawi, afirma-se do lado das mães palestinianas que perdem os filhos e que ninguém faz nada para as ajudar… Ela diz que o mundo inteiro se cala e isso é algo que não consegue compreender.

Um manifestante espanhol, Miguel Angel Deporras, insurge-se contra a União Europeia e em particular contra a Alta Representante, Catherine Ashton. Ele afirma que a União Europeia tenta manter a mesma distância relativamente a Israel e à Palestina como se os dois estivessem no mesmo plano quando, na realidade, as posições são muito diferentes.

Em frente à embaixada israelita várias centenas de manifestantes pró-Israel gritaram palavras de apoio ao estado judaico.

Os participantes expressaram apoio a Israel pela ofensiva em curso na Faixa de Gaza, ofensiva que já provocou a morte a mais de um milhar de palestinianos e, pelo menos, 46 israelitas.

“Vemos muitas manifestações de anti-semitismo. Ouvimos gritos de “Morte aos Judeus” desde as ruas de Antuérpia até ao sul da Bélgica; não podemos aceitar isso”, afirma Simon Bretholz, um apoiante de Israel.

No domingo, o movimento Hamas e Israel iniciaram uma trégua humanitária de 24 horas que contudo já teria sido violada por ambas as partes.