Última hora

Última hora

Seguradoras aéreas assumem perdas de 1,5 mil milhões

Em leitura:

Seguradoras aéreas assumem perdas de 1,5 mil milhões

Tamanho do texto Aa Aa

As seguradoras internacionais estimam perdas na ordem dos 1,5 mil milhões de euros em 2014, devido a incidentes com aviões. A maior perda no setor desde os ataques do 11 de setembro de 2001.

Depois dos desastres aéreos como o voo MH17 da Malaysia Airlines, que foi abatido na Ucrânia ou do voo AH 5017 da Air Algérie, que se despenhou no Mali, as seguras estão a rever os contratos. As agências estão a triplicar o valor dos prémios das apólices.

Algumas seguradoras pedem agora detalhes das rotas dos voos e estão pensar em deixar de assegurar aeronaves que sobrevoem zonas de conflito.