Última hora

Última hora

Israel reforça investidas militares na Faixa de Gaza

Em leitura:

Israel reforça investidas militares na Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A quarta semana de ofensiva israelita inicia-se com um reforço dos ataques aéreos e investidas terrestres de norte a sul da Faixa de Gaza. O Tsahal visou as zonas de Burej, Jabaliya e Rafah. Os últimos raides provocaram mais de 100 mortos, aproximando-se agora dos 1200 o número total de vítimas mortais do lado palestiniano. Entre elas, as operações desencadeadas no passado dia 8 já tiraram a vida a mais de 230 crianças.

Cinco palestinianos foram abatidos num dos túneis que Israel procura destruir, numa ofensiva que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu garante será longa e só terminará quando for desmantelada a capacidade militar instalada em Gaza. Depois de terem ecoado notícias sobre um novo acordo de cessar-fogo entre Israel e o Hamas, a informação foi prontamente desmentida do lado hebreu, após todas as tréguas precedentes não terem durado mais do que escassas horas.

Em Jerusalém, foram sepultados dois dos dez soldados mortos nas últimas incursões. Ao todo, Israel já perdeu 50 militares e três civis, o balanço mais pesado desde a guerra contra o Hezbollah em 2006.