Última hora

Última hora

Viver e morrer em Donetsk

Em leitura:

Viver e morrer em Donetsk

Tamanho do texto Aa Aa

Como viver na cidade de Donetsk? Todos os dias, as forças ucranianas tentam desmantelar os bastiões dos separatistas pró-russos. E, todos os dias, há mortes de civis a lamentar. Ambos os lados remetem responsabilidades. A última vítima mortal foi atingida por um tiro de morteiro que acabou por visar uma zona residencial. Uma moradora perguntava: “Até quando é que as crianças vão ter de ver as suas casas a serem destruídas?”

Em Horlivka, situações idênticas provocaram 17 mortos. Em Yasynuvata, outros cinco. A Câmara de Donetsk vai lançando ordens de evacuação em determinadas áreas, mas muitas vezes os ataques surpreendem os habitantes. Como o marido de uma residente. “Uma senhora disse-me que estava um homem estendido no chão. Nunca pensei que pudesse ser o meu marido. Quando o vi, não percebi que era ele. Só o reconheci pelos sapatos”, relatava.

A violência aumenta nas localidades em torno do sítio onde o Boeing 777 se despenhou. Os separatistas anunciam que a missão da OSCE serve apenas os interesses dos Estados Unidos e da Ucrânia e que, por isso, poderá ser banida da região.