Última hora

Última hora

Voo MH17: EUA exigem intervenção russa para ajudar investigação ao acidente

Em leitura:

Voo MH17: EUA exigem intervenção russa para ajudar investigação ao acidente

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos acusam a Rússia de não estar a dar todo o apoio necessário à investigação à queda do voo MH17 no leste da Ucrânia. Depois de um encontro com o ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, John Kerry lamentou que os investigadores internacionais ainda não tenham conseguido chegar ao local do acidente controlado pelos separatistas pró-russos: “a zona tem de ser isolada. As provas têm de ser preservadas e a Rússia tem de usar a influência que tem junto dos separatistas para ajudar a investigação que é essencial.”

O secretário de Estado norte-americano apelou ainda ao fim dos combates junto ao local do acidente.
O responsável pela diplomacia de Kiev garantiu que as autoridades ucranianas estão a fazer todos os esforços para que a investigação decorra nas melhores condições possíveis.
Pavlo Klimkin considera que “é uma questão de dignidade humana. Os corpos devem ser recuperados do local do acidente e todos os objetos que pertenciam às vítimas devem ser entregues aos familiares e amigos.”

Recorde-se que o voo MH17, que ligava Amesterdão a Kuala Lumpur, caiu a 17 de julho. A bordo do Boeing 777 da Malaysia Airlines viajavam 298 passageiros, grande parte de nacionalidade holandesa.