Última hora

Última hora

Morreu Julio Grondona, presidente da Federação Argentina de Futebol

Em leitura:

Morreu Julio Grondona, presidente da Federação Argentina de Futebol

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu esta quarta-feira, em Buenos Aires, Julio Humberto Grondona (1931-2014), o Presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA).


Poucas horas, curiosamente, depois de a AFA ter confirmado e marcado uma conferência de imprensa para a tarde desta quarta-feira para Grondona anunciar a desvinculação do selecionador Alejandro Sabella, o máximo dirigente do futebol argentino sentiu-se mal e foi levado de urgência para o hospital Mitre, em Buenos Aires.

O problema agravou-se e quando estava a ser preparado para ser operado de coração aberto a um aneurisma entretanto descoberto na artéria aorta, morreu. Havia admitido no ano passado afastar-se do futebol em 2015, mas foi uma outra previsão efetuada por ele mesmo a que acabou por se confirmar. A de que iria exercer o cargo de presidente da AFA até ao ultimo dia de vida.

Júlio Grondona tinha 82 anos. Liderava a federação “albiceleste” desde 6 de abril de 1979, menos de um ano depois de a Argentina ter sido campeã do Mundo pela primeira vez, num Mundial que a própria AFA organizou. Era ele o presidente da AFA quando Diego Maradona levou o país às costas até ao segundo título mundial, no México’86. Com ele à frente do futebol, a Argentina ainda esteve em mais duas finais de Mundiais, que perdeu. A última, a deste ano, no Brasil. Deixa a seleção de Messi, Enzo Perez e Marcos Rojo na segunda posição do ranking da FIFA.

No currículo, ao longo dos 35 anos de mandato como presidente da AFA, Grondona somou ainda seis títulos mundiais de juniores, duas “Copas América” e duas medalhas de ouro olímpicas.

Amigo próximo de Sepp Blatter, Grondona era também vice-presidente da FIFA e o representante do futebol sul-americano no organismo máximo do futebol internacional.


A AFA está de luto. A federação “albiceleste” suspendeu a conferência de imprensa onde iria ser anunciada de viva voz a saída de Sabella do comando técnico da seleção e encerrou os serviços até à próxima segunda-feira.


Os restos mortais de Julio Grondona serão velados em capela ardente no pavilhão de futsal do Predio de Ezeiza, a sede da AFA. O corpo do presidente da federação será depois trasladado para o Cemiterio de Avellaneda. O funeral realiza-se sexta-feira por volta do meio-dia.