Última hora

Última hora

EUA dão mais 225 milhões para Israel reabastecer o "Cúpula de Ferro"

Em leitura:

EUA dão mais 225 milhões para Israel reabastecer o "Cúpula de Ferro"

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar do crescente coro de críticas, os Estados Unidos vão reforçar o apoio militar a Israel. O Senado aprovou um “financiamento de emergência”, no valor de 225 milhões de dólares, quase 170 milhões de euros, para renovar o “Cúpula de Ferro”, o sistema de defesa antimíssil israelita, tal como foi pedido há cerca de uma semana pelo governo de Jerusalém.

Em Washington, a doutrina é que o Estado hebraico “tem o direito de defender-se”.

“Não podíamos ir de férias um mês ou cinco semanas e não agir para ajudar Israel a reabastecer-se de mísseis para o ‘Cúpula de Ferro’”, afirmou o senador republicano, John McCain.

O poder norte-americano fornece as munições e opta por fechar os olhos às centenas de crianças e mais de um milhar de civis que foram mortos nos bombardeamentos das últimas semanas, o que já deu azo a críticas por parte da Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay.

Barack Obama voltou a garantir esta sexta-feira que os Estados Unidos “não só têm apoiado Israel no seu direito a defender-se”, como apoiam o “programa ‘Cúpula de Ferro’, que tem intercetado os ‘rockets’ lançados sobre cidades israelitas”.

Paz, reconciliação ou educação para a tolerância, são para já uma miragem na guerra em curso na Terra Santa.