Última hora

Última hora

Médio Oriente: Depois de uma curta trégua já morreram 150 palestinianos

Em leitura:

Médio Oriente: Depois de uma curta trégua já morreram 150 palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

A trégua foi curta e Israel continua a atacar a Faixa de Gaza. Já morreram 150 palestinianos.

Israel e Hamas acusam-se, mutuamente, da responsabilidade pelo fim da trégua.

A possível captura de um soldado israelita pelo movimento palestiniano terá dado a justificação necessária para Israel prosseguir a ofensiva.

Mais uma noite de conflito destruiu vários edifícios, entre eles uma mesquita e uma universidade. Uma família inteira morreu.

“Eles tomaram como alvo a mesquita, na última noite, e dispararam oito enormes roquetes. Destruíram, por completo, a mesquita”, explica Abdel Karim Adashan, um residente de Gaza.

“Morreram todos, ficaram feitos em pedaços. Todos os que estavam em casa. Três filhos, o pai e a mãe. É um cenário horrível, é a exterminação, a exterminação”, adianta Omar Abd el Ahel, outro habitante desta cidade.

As Forças de Defesa de Israel dizem que atingiram 200 alvos, nas últimas 24 horas, incluindo cinco mesquitas usadas ​​como esconderijos de armas do Hamas e instalações de treino.

As autoridades israelitas divulgaram, entretanto, um vídeo no qual mostram os seus efetivos no terreno à procura de túneis e dentro de um, alegadamente, construído pelo Hamas, onde terão encontrado armas.