Última hora

Última hora

Israel: Exército anuncia morte de soldado que se julgava ser prisioneiro do Hamas

Em leitura:

Israel: Exército anuncia morte de soldado que se julgava ser prisioneiro do Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

O Exército israelita anunciou a morte do subtenente Hadar Goldin, desaparecido na Faixa de Gaza. Sobe assim para 64, o número de soldados mortos desde o início da ofensiva.

O primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, diz que Israel está preparado para combater as “guerrilhas” palestinianas, na Faixa de Gaza, mesmo depois do fim da destruição dos túneis transfronteiriços do Hamas:

“De momento, o que se passa está claro. O Hamas está interessado no sofrimento do povo de Gaza, para que o mundo acuse Israel de provocar tal sofrimento. O terror não tem fronteiras. Hoje é Israel, mas amanhã serão os vossos países”, alertou Netanyahu.

Teorias à parte, a descrença parece começar a apoderar-se dos israelitas.

Benjamin Netanyahu disse que lamenta a morte de civis inocentes. Por outro lado, o primeiro-ministro israelita referiu que, demore o que tempo que demorar, devolverá a tranquilidade aos israelitas.