Última hora

Última hora

Médico infetado com o vírus ébola chega aos Estados Unidos

Em leitura:

Médico infetado com o vírus ébola chega aos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

O médico norte-americano, infetado com o vírus ébola, na África Ocidental, já chegou aos Estados Unidos, à base da Força Aérea, na Geórgia.

Kent Brantly foi entretanto levado para um hospital em Atlanta, especialmente equipado para isolar este tipo de doença.

Contraiu o vírus na Libéria, ao trabalhar em contacto com outros doentes que tratava enquanto voluntário de uma ONG (Organização Não Governamental).

“Os números são importantes, mas as tendências são mais importantes. Neste momento, contar apenas o caso na Guiné (Conacri) não faz sentido. As pessoas vieram da Serra Leoa ou da Libéria, por isso, agora temos de pensar na região”, explica Pierre Collins, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, em Atlanta.

A segunda doente, também norte-americana, será igualmente transferida para os Estados Unidos, em breve.

Guiné-Conacri, Serra Leoa e Libéria, países afetados pela epidemia de ébola, adotaram medidas excecionais para travar a expansão do vírus, que já matou mais de 720 pessoas e está fora de controlo.