Última hora

Última hora

4.900 milhões de euros para resgate do BES

Em leitura:

4.900 milhões de euros para resgate do BES

Tamanho do texto Aa Aa

A partir desta segunda-feira o Banco Espírito Santo dá lugar ao Novo Banco.

A solução encontrada pelo Banco de Portugal, já aprovada por Bruxelas, para evitar o colapso do BES passou pela separação em dois: o banco-bom e o banco-mau. Este último continuará a chamar-se BES e incluirá os ativos tóxicos.

As explicações de Carlos Costa, o Governador do Banco de Portugal: “Foi criado um banco novo, denominado Novo Banco, para o qual são transferidos de imediato e de forma definitiva a generalidade dos ativos e passivos do Banco Espirito Santo SA, bem como os seus colaboradores e demais recursos materiais.”

O Estado vai financiar com cerca de 4,5 mil milhões de euros o Novo Banco. No total, a entidade terá um capital de 4,9 mil milhões de euros, incluindo os 380 milhões que já existem no Fundo de Resolução.

O objetivo é vender o Novo Banco a privados.

Para os depositantes fica a promessa de que nada muda.